Entenda o atual aumento nos preços dos carros no Brasil.

Desde o início da pandemia os carros usados vem aumentando de preço e a tendência se mantém impactando nos seguros.

Compartilhe

Desde o início da pandemia os carros usados vem aumentando de preço e a tendência se mantém impactando nos seguros.

Entre os fatores que explicam a alta nos valores de veículos seminovos, estão a escassez de unidades e o aumento do preço médio de modelos zero-quilômetro (alcançando níveis bastante acima da inflação), principalmente devido aos problemas de fornecimento de alguns componentes e insumos da indústria, em especial os que são produzidos em países asiáticos.

Em função disso, os carros zero-quilômetro tiveram seus estoques comprometidos nas concessionárias, ficando com disponibilidade insuficiente para atender a demanda. Esse desequilíbrio entre oferta e procura acabou “puxando” os preços para cima.

Também devemos considerar que outros efeitos decorrentes da pandemia também têm peso na balança do mercado automotivo, principalmente a queda do poder aquisitivo de grande parte dos consumidores.

Outra informação interessante segundo dados de vendas da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), os automóveis com dez anos de rodagem foram os principais responsáveis por alavancar os preços do grupo de usados, acumuladando 15% de alta, dois pontos percentuais acima da média do segmento.

Essa realidade impacta nos preços dos seguros, pois com a alta demanda e pouca renovação dos estoques muitos veículos usados acabam sendo comercializados por valores acima da tabela FIPE.  

Como você corretor de seguros está enxergando esse momento? Percebe mais dificuldades ou oportunidades? Deixe sua opinião nos comentários.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Artigo por

Mateus Fernandes
Analista de Marketing da Infocap
Tabela de conteúdo