5 TÉCNICAS QUE PODEM AUXILIÁ-LO A VENDER MAIS

Não é novidade que estamos sendo bombardeados diariamente com mudanças: tecnológicas, mercadológicas, de pensamento estratégico. Mas, será que suas técnicas de vendas estão acompanhando essas mudanças?

Compartilhe

Não é novidade que estamos sendo bombardeados diariamente com mudanças: tecnológicas, mercadológicas, de pensamento estratégico. Mas, será que suas técnicas de vendas estão acompanhando essas mudanças?

Para auxiliá-lo a otimizar sua jornada de vendas, separamos algumas dicas que podem ser implementadas no seu dia-a-dia a fim de melhor sua jornada com o consumidor. Confira:

1) Exercite sua criatividade: há quem diga que ser criativo é um dom. Ainda que seja verdade, é possível sim usar algumas técnicas para aguçar isso em você. E, engana-se quem pensa que as vendas não precisam da criatividade: é justamente ela que irá ajuda-lo a abordar o cliente de novas maneiras, de encantá-lo mesmo sem novidades no produto. Ser criativo é mais do que sair da zona de conforto. É aprender a ser assertivo na maneira de comunicar-se com as pessoas que pretende fechar negócios. Ser criativo pode fechar mais vendas do que imagina.

2) Aprenda sobre gestão de pessoas: em uma era de relações, esse é o principal pulo do gato em termos de técnicas comportamentais. Quem gere pessoas, não apenas consegue coordenar uma equipe de forma efetiva, mas também consegue lidar melhor com seus clientes administrando suas expectativas, os seus anseios, as suas ansiedades em um timing perfeito.

Aquela máxima de que vender não é empurrar um produto, mas aprender a demonstrar a necessidade para um cliente é totalmente válido. Aprender a entender as emoções das pessoas, te fará aprender a vender melhor.

3) Invista em inteligência emocional: a emergência cotidiana tem impactado vendedores de forma negativa. Não é raro vermos pessoas completamente tomados pelo nervosismo, pela pressão, pela sua incapacidade de lidar com a tensão sem derramar a ansiedade em seus times.

Por isso, busque ferramentas que o ajudem a aprender mais sobre si, sobre os seus limites, sobre as suas capacidades potenciais, sobre como lidar melhor entre sua vida pessoal e seu trabalho. Por mais indireto que isso pareça, o fator será decisivo para passar equilíbrio ao seu cliente e concretizar sua venda com maior efetividade.

4) Conheça o mercado, mas saiba suas particularidades: a maioria das estratégias de vendas estão fundamentadas em conhecer mercado, tendências e concorrência. Tão importante quanto, é, porém, entender que as vezes o nosso caminho próprio também deve ser considerado.

Explicamos: você já deve ter percebido ao longo dos anos que sempre que uma tendência está crescente, ela sempre tende a ficar saturada de maneira rápida? É aí que nossa criatividade deve nos impulsionar a surpreender nossa clientela. Por isso, tente mesclar as tendências do mercado com o que o seu feeling do mercado lhe diz. Esse pode ser um grande diferencial, visto que cativa pela confiabilidade.

5) Não ignore a necessidade de ter flexibilidade cognitiva: um termo que vem ganhando força no mercado de vendas, a flexibilidade cognitiva consiste justamente em não ignorar as mudanças – mesmo que algumas não sejam adotadas. Não modernizar processos é uma forma de ser sutilmente engolido por mercado acelerado pela tecnologia.

Uma das formas de aderir a modernização de forma estratégica e não volátil, está na busca por soluções alinhadas com a rotina do corretor. Nossos produtos são pensados para potencializar sua capacidade de atendimento ao cliente e otimizar a gestão do seu negócio.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Artigo por

Charles Poltronieri
Fundador e CEO da Infocap TI, atua no mercado de seguros desde 1985, sendo professor da Escola de Negócios e Seguros há mais de 20 anos, onde ministra as disciplinas de Gestão Empresarial para Corretores de Seguros e Noções de Informática. Apaixonado por tecnologia, formado em Ciência da Computação, Pós Graduado em Análise de Sistemas e com MBA em Gestão Empresarial pela FGV/RJ. A base da experiência foi adquirida trabalhando na área de TI de 3 seguradoras (Novoseguro, União de Seguros e Bradesco Seguros).
Tabela de conteúdo
Uma pesquisa divulgada pela resseguradora alemã Munich Re aponta um crescimento médio da indústria de seguros de 4,5% entre 2017 e 2018.
Engana-se quem pensa que investir em inovação é um privilégio de grandes empresas.
Muito já foi dito sobre estratégias de captação de novos clientes e como mantê-los em sua cartela, por meio de um relacionamento sólido. Porém, para que esse processo ocorra de forma saudável e verossímil é preciso conhecer o cliente.